Ritalina: para que serve e efeitos colaterais da droga no organismo

12/04/2021

Considerada membro do grupo das drogas da inteligência, a Ritalina é um medicamento indicado no tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) em crianças e adultos, além da narcolepsia.

No entanto, um fato tem chamado atenção da comunidade médica nos últimos anos: o uso indiscriminado por pessoas que não sofrem desses males, mas que almejam aumentar o desempenho intelectual a curto prazo.

Vendido somente com receita médica, o remédio tem como princípio ativo o Cloridrato de Metilfenidato, um estimulante do sistema nervoso central. Ele é semelhante a uma anfetamina, já que estimula as atividades cerebrais.

Por essa razão, passou a ser comum encontrá-lo em faculdades e empresas, sendo consumido de forma errada por estudantes e trabalhadores que desejam aumentar sua concentração, evitar o cansaço e ficar acordados por mais tempo.

Para que serve a Ritalina

Como explicado acima, a Ritalina tem como função estimular a concentração e reduzir a sonolência, motivo pelo qual é usada no tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Além disso, o medicamento pode auxiliar no tratamento da narcolepsia, caracterizada pelo surgimento de sintomas de sonolência durante o dia, episódios de sono inapropriados e perda repentina do tônus muscular voluntário.

Como consumir a Ritalina

O tipo de problema que se deseja tratar e a idade são os fatores que vão determinar a dosagem adequada da medicação, que será individualizada e em conformidade com as necessidades e resposta clínica de cada indivíduo.

1. Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

Para crianças com idade igual ou superior a seis anos que sofrem de TDAH, a dosagem tende a ser iniciada com 5mg, uma ou duas vezes por dia, sendo aumentada semanalmente de 5 a 10mg. A quantidade diária total deve ser administrada em doses divididas.

Em relação à Ritalina LA, que são comprimidos de liberação modificada, a dosagem para crianças de seis anos ou mais pode começar com 10 ou 20mg, uma vez ao dia, pela manhã.

Para adultos que não se tratam com metilfenidato, a dose inicial de Ritalina LA indicada é de 20mg uma vez por dia. Pessoas que já fazem uso desse princípio ativo podem fazer o tratamento com a mesma dose diária.

2. Narcolepsia

A dose diária para adultos que sofrem com sonolência durante o dia e outros sintomas de narcolepsia é de 20 a 30 mg, quantidade administrada em duas a três doses divididas.

Contudo, há pessoas que precisam de 40 a 60mg diários, limite que não deve ser excedido, enquanto outras necessitam de apenas 10 a 15mg. Para indivíduos com insônia, tendo a medicação administrada ao final do dia, a última dose deve ser consumida antes das 18 horas.

Ritalina: efeitos colaterais no corpo
A insônia é um dos efeitos colaterais mais comuns em pessoas que fazem o uso indevido da Ritalina

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais observados que podem surgir no tratamento com Ritalina são: diminuição do apetite, desconforto abdominal, náusea, nervosismo, desmaios, dor de cabeça, sonolência, tontura, taquicardias, insônia, aumento da pressão arterial, febre, reações alérgicas, entre outros.

Ademais, por ser uma anfetamina, o Metilfenidato pode provocar dependência química se usado de forma indiscriminada, como tem ocorrido com muitas pessoas ultimamente.

Contraindicações

O uso da Ritalina é contraindicado para pessoas com hipersensibilidade ao Metilfenidato. Também devem evitar o consumo da substância indivíduos que sofrem de ansiedade, tensão, agitação, hipertireoidismo, distúrbios cardiovasculares pré-existentes, doença arterial, insuficiência cardíaca, cardiomiopatias, infarto do miocárdio e arritmias.

Também não deve ser utilizada no tratamento com inibidores de monoamino oxidase, ou dentro de ao menos duas semanas de descontinuação do tratamento em razão do risco de crises hipertensivas, por pessoas com glaucoma, feocromocitoma, histórico familiar de Síndrome de Tourette, grávidas ou lactantes.

Alternativa saudável

Se você deseja fortalecer sua memória e concentração, melhorando sua saúde mental e bem-estar, indicamos o tratamento com o MemóriAtiva. Desenvolvido pela Lifestyle Natural, esse suplemento alimentar possui uma fórmula poderosa e eficiente, com elementos da natureza que vão estimular seus neurônios e auxiliar no funcionamento pleno da mente.

Carrinho de compras
Iniciar atendimento
Dúvidas?
Olá 👋
Podemos te ajudar?