Interação online e exercícios podem fortalecer a memória na pandemia

30/08/2021

Um estudo realizado na Austrália indicou que o confinamento severo na pandemia pode afetar negativamente nossas funções cognitivas, como memória e concentração.

Já outro experimento, feito em 2020 na Escócia, atribuiu aos destinatários tarefas online para testar sua memória, tomada de decisão e atenção seletiva.

Neste estudo, os pesquisadores descobriram que o desempenho das pessoas era pior enquanto estavam submetidas ao confinamento. No entanto, assim que as restrições eram amenizadas, especialmente o isolamento social, os participantes se recuperaram rapidamente.

Os níveis de interação social durante a quarentena também foram relacionados com o desempenho cognitivo. “Pessoas que foram capazes de manter mais sua interação online durante o lockdown se saíram melhor nessas tarefas”, afirma o professor de psicologia da Universidade Nova Gales do Sul (UNGS), na Austrália, Brett Hayes.

“O isolamento completo é realmente muito ruim para o nosso desempenho cognitivo. Mas se conseguirmos manter o nível de interação em algum nível, seja em casa ou online, isso parece ser bom para a nossa performance cognitiva”, completa.

Interação social e exercícios como proteção

Cientistas também descobriram que pessoas que conversaram nos últimos três dias ficaram um pouco mais protegidas dos problemas cognitivos durante o longo confinamento.

Outros estudos estão examinando como as opções das pessoas são limitadas na pandemia e apontaram para a importância de ter um pouco de variação e exercícios todos os dias.

“Do ponto de vista da memória, se você é capaz de se exercitar fora de casa, varie os trechos destes exercícios de um dia para o outro, apenas para permitir um contexto diferente para o seu cérebro codificar esses dias diferentes, se você quiser ser capaz de lembrar o que você fez do dia a dia um pouco melhor”, explica o professor.

Fortalecer a memória
Interagir com outras pessoas e praticar exercícios durante o isolamento ajuda a fortalecer a memória

Mude sua rotina de exercícios

Variar os exercícios e atividades em sua casa ou apartamento também irá ajudar a evitar a perda de memória. Hayes diz que há uma conexão próxima entre boa habilidade de cognição e atividade física.

“Fazer exercícios físicos regularmente é bom para manter nossa memória e tomada de decisão em forma, tanto quanto você puder durante a quarentena. Há algumas evidências de que mesmo que você esteja muito isolado – até mesmo fazendo algo como jogar”, diz o pesquisador.

Jogos de exercícios online em que você olha para uma tela e pula também oferecem benefícios, de acordo com Hayes. “O legal é que você pode jogar com sua família, além de haver uma dimensão social também”, ressalta.

Aulas de yoga e dança online são coisas que as pessoas relatam como parte de suas atividades e que, segundo ele, parecem ter um efeito benéfico na cognição.

“Embora não tenha havido tempo para conduzir pesquisas sobre efeitos de longo prazo da quarentena na memória, as evidências até agora mostram que, à medida que as restrições são atenuadas, esses problemas cognitivos devem melhorar”, conclui.

Carrinho de compras
Iniciar atendimento
1
Olá, como podemos te ajudar?
Entre em contato para ser atendido 😀